O Executivo municipal aprovou esta manhã por unanimidade a cedência de utilização do Complexo Desportivo de Campanhã ao Sport Comércio e Salgueiros. O clube compromete-se a investir na remodelação das instalações, que continuarão abertas à comunidade, também para a prática do desporto adaptado.De acordo com a proposta, apresentada pela vereadora Catarina Araújo, responsável pelo Pelouro da Juventude e Desporto, o Sport Comércio e Salgueiros “compromete-se a realizar um investimento significativo na remodelação do Complexo Desportivo de Campanhã, nomeadamente a construção de vedações, colocação de novo relvado, reabilitação e ampliação dos balneários e edifícios de apoio, introdução de painéis solares para o aquecimento das águas, cobertura e colocação de lugares sentados na atual bancada, bem como colocação de novas bancadas”.
Por esse motivo, será dado ao histórico clube “um prazo alargado de cedência das instalações para amortizar o investimento a realizar”. Investimento esse que beneficiará o imóvel, que permanece como propriedade do Município.Na proposta, que refere que a execução do contrato será acompanhada e fiscalizada pela empresa municipal PortoLazer, é indicado que “há equilíbrio entre o valor da oneração do imóvel tendo em conta o montante das obras que o SCS (Sport Comércio e Salgueiros) se propõe realizar”, a que acresce o preço a pagar mensalmente, o valor das horas disponibilizadas, bem como as “demais obrigações assumidas, em especial no que respeita à abertura à comunidade envolvente e ao desporto adaptado”.
Aliás, como explicou na reunião de Executivo a vereadora Catarina Araújo ante uma questão levantada pela vereadora da CDU, Ilda Figueiredo, o Complexo Desportivo de Campanhã permanecerá aberto a outros clubes e associações da cidade, que poderão utilizar o equipamento dentro do “banco de horas” acordado com a PortoLazer. Além do mais, o Sport Comércio e Salgueiros compromete-se a disponibilizar os seus técnicos para ações de formação a realizar no concelho do Porto, bem como a abrir “as suas escolas de formação desportiva às crianças e jovens da área do Município, uma vez por ano num open day”, explicou a responsável pelo Pelouro.
Fundado a 8 de dezembro de 1911, o Salgueiros, como é comumente designado o clube, é “uma reconhecida instituição desportiva da Cidade”, que tem contribuído “para a promoção do desporto da cidade, no domínio do futebol, atletismo, andebol, polo-aquático, boxe, bilhar, futsal e futebol de praia”, sustenta o documento.
Por esse motivo, nos últimos quatro anos, a Câmara do Porto, através da empresa municipal PortoLazer, tem apoiado as suas atividades, “tendo tal apoio sido decisivo numa fase tão importante de renascimento do clube”.
Aliás, tem sido política municipal, dada a escassez de terreno livre na cidade e, ainda mais, de terrenos incluídos no património do Município, “promover a requalificação e aproveitamento dos espaços já anteriormente destinados à prática desportiva, como foi o caso do investimento no Parque de Ramalde, através de protocolo com a Fundação Inatel, ou da iluminação no campo da Faculdade de Desporto, através de protocolo com a Universidade do Porto, alargando o número de horas de utilização possível daquelas instalações”.
Ao longo do último mandato, a autarquia conseguiu aumentar significativamente a disponibilidade de espaços desportivos municipais ou apoiados pelo Município, duplicando a oferta pública existente, recorrendo a um modelo de intervenção sobretudo assente em parcerias com diferentes clubes e instituições da cidade.

Fonte: http://www.porto.pt/noticias/salgueiros-tem-futuro-assegurado-no-complexo-desportivo-de-campanha